Promoção de primavera: Usufrua de 3 meses gratuitos de alojamento e até 90% de desconto em domínios.**

Comprar agora
.com
$ 5.99 $ 26.99 /1º ano
.one
$ 1.99 $ 16.99 /1º ano

Entrar

Painel De Controlo Webmail Editor web Loja virtual File Manager WordPress

O que é SKU?

Como criar e utilizar Unidades de Manutenção de Stock

Uma Stock Keeping Unit, ou em português, uma unidade de manutenção de stock, normalmente abreviada para SKU, é um número criado para ajudar os retalhistas a controlar os artigos do seu inventário. Atribuir uma SKU aos seus produtos é fundamental para o e-commerce, uma vez que ajuda as empresas a manterem-se organizadas e a controlarem o seu inventário. Neste artigo, guiá-lo-emos na criação de unidades de manutenção de stock. Daremos ainda ideias sobre como as empresas podem ter vantagem ao compreender o SKU significado e como proceder à sua utilização.

O que é SKU?

O código SKU é um identificador único que é atribuído a produtos individuais dentro de um inventário. Servem essencialmente como uma forma abreviada de se referir a um item específico. A gestão de catálogos de produtos pode facilmente tornar-se uma tarefa árdua para qualquer empresa. Quer se trate de uma empresa de e-commerce totalmente online ou de uma loja física. Fazer uso da definição de SKU desempenha um papel vital para ajudar as empresas a manter a ordem e a eficiência.

Como é que se cria uma SKU de um produto?

Existem algumas formas diferentes de criar um codigo SKU. As empresas de maior dimensão requerem normalmente métodos mais automatizados. Por outro lado, as empresas mais pequenas podem ser mais manuais na criação de SKU de produto.

Criação automática de SKU de produto

Os sistemas de gestão de inventário e de ponto de venda (POS) tratam frequentemente da criação de unidades de manutenção de stock para os seus utilizadores. O software de gestão de inventário é recomendado para empresas em crescimento e grandes empresas com um vasto inventário de produtos, uma vez que torna a adição e gestão de produtos significativamente mais fácil de gerir.

Frequentemente, os fabricantes também atribuem o código SKU aos seus produtos. Se estiver a revender produtos de terceiros, pode utilizar estas unidades de manutenção de stock para uso interno.

Várias aplicações e sites podem permitir como saber o SKU de um produto. Por exemplo, este da Zoho. Algumas destas aplicações fornecem vários serviços relacionados, como a criação de etiquetas e o apoio à expedição.

Criação manual de SKU de um produto

Para as pequenas empresas com um inventário limitado de produtos, utilizar a definição de SKU pode levar à criação e adição de unidades de manutenção de stock manualmente. Neste caso, devem ser seguidas algumas diretrizes para a criação de uma SKU.

Concisa

Mantenha o SKU significado o mais curto possível. Geralmente, o objetivo é manter-se abaixo dos 10 ou 12 caracteres. Isto tem a vantagem de funcionar com a maioria dos sistemas de gestão de inventário, facilitando a transição, caso seja necessário.

Simplicidade

Uma caraterística fundamental das unidades de manutenção de stock é a simplicidade. Utilize apenas números e letras e evite criar um sistema demasiado complexo. Não se esqueça do SKU o que é. Este conjunto de letras e números tem como objetivo simplificar.

Evite começar o codigo SKU com zero, isto porque isso pode confundir as ferramentas de gestão de inventário e o software de inventário básico, como o Excel. O mesmo se aplica a símbolos especiais como “@”, “#” ou “*”. Evite utilizar quaisquer símbolos que possam ser mal interpretados pelo software.

Consistência

Outro princípio chave de como saber o SKU de um produto é a consistência. Um padrão geral é que a SKU apresente uma sequência que comece com a caraterística mais ampla do produto. Esta pode ser, por exemplo, a marca do produto. De seguida, continue a reduzir as características, continuando com características como o tipo de produto, o tamanho e a cor.

Singularidade

Certifique-se de que todas as suas unidades de manutenção de stock são únicas para evitar misturar produtos. Caso contrário, poderá criar os problemas de confusão no armazém e atrasos na expedição que as SKUs evitam ao serem criadas.

Ter estes princípios em mente também o ajudará a estar preparado para o futuro. Se a sua empresa se expandir e necessitar de ferramentas de gestão de inventário mais avançadas, ou se simplesmente precisar de um conjunto alargado de unidades de manutenção de stock, manter as iniciais simples, consistentes e únicas irá preparar a sua empresa para o futuro e garantir que pode escalar conforme necessário.

Exemplos de SKUs

Depois de conhecer a definição se SKU, é útil ver um exemplo de um formato de unidade de manutenção de stock abrangente e que tenha sido personalizado para uma empresa específica. Digamos que se trata de uma empresa que vende malas e mochilas. Existem diferentes linhas de produtos no seu inventário. Cada uma com uma gama de produtos em cores diferentes.

Com este contexto em mente, vamos decompor uma potencial unidade de manutenção de stock nos seus elementos distintos:

  • Começaremos com um código de categoria de produto como o identificador mais amplo. Neste caso, vamos usar “MC” para “mochila”.
  • Se a sua empresa vende produtos diferentes de várias marcas, o nome da marca pode ser a melhor escolha para um identificador mais amplo. Por exemplo, se a empresa vender mochilas da Fjällräven e da JanSport, pode querer começar com “FJA” ou “JAN”. No nosso exemplo, diremos que esta empresa vende exclusivamente produtos com a sua própria marca e, por isso, é suficiente começar com a categoria do produto.
  • Continuaremos com um código de linha de produtos, basicamente algo que represente o subconjunto específico de produtos. Digamos que chamamos a esta linha de mochilas “Urban Explorer”. Assim, a próxima parte da SKU será “UE”.
  • Vamos passar para um identificador numérico que distingue cada produto dentro da linha de produtos. Começaremos com “1001”.
  • Terminamos com um código de cor que indica as diferentes opções de cor, por exemplo, “V” para “vermelho” ou “A” para “amarelo”.

Se juntarmos tudo isto, o codigo SKU da mochila Urban Explorer vermelha, neste formato, pode ter o seguinte aspeto:

Mochila Urban Explorer vermelha SKU: MC-UE-1001-V

Para a variante amarela, poderia ser:

Mochila Urban Explorer amarela SKU: MC-UE-1002-A

Esta estrutura da unidade de manutenção de stock fornece uma discriminação pormenorizada que permite uma interpretação rápida dos principais detalhes do produto.

Porque é que a SKU de produto é importante para o e-commerce

Manter um inventário organizado e controlar as vendas são aspetos importantes da gestão de um negócio de e-commerce. SKU significado, como uma parte importante da gestão de inventário, desempenha um papel significativo na manutenção de um negócio de comércio eletrónico bem sucedido. Vamos analisar algumas das vantagens de saber SKU o que é para o e-commerce.

Gestão de inventário

Como saber o SKU de um produto pode ajudar na gestão? As unidades de manutenção de stock fornecem um método sistemático para organizar os produtos, o que é vital para gerir o inventário, reduzir os erros e otimizar o armazenamento. Saber o que é SKU do produto e utilizá-la permite que as empresas rastreiem os produtos. O que é especialmente valioso em períodos em que o reabastecimento rápido e o cumprimento das encomendas são mais complicados.

Prevenção de erros

A organização sistemática criada depois de perceber o SKU significado também reduz a probabilidade de erros na identificação do produto. O que quer dizer que evita erros de expedição e ajuda a garantir que os clientes recebem o que encomendaram. O código SKU funciona como um identificador rápido durante as fases de recolha e embalagem. Desta forma, acelera o processo de satisfação das encomendas e evita erros humanos. Este processo de satisfação de encomendas mais fluído também ajuda a promover expedições mais rápidas e mais fiáveis. Satisfazendo, assim, as expectativas dos clientes quanto à entrega atempada.

Análise e previsão de dados

As unidades de manutenção de stock permitem relatórios e análises exatos. As empresas podem obter informações valiosas sobre o desempenho das vendas, produtos populares e tendências de mercado através da análise de dados ao nível das unidades de manutenção de stock.

Os dados ao nível da unidade de manutenção de stock fornecem informações valiosas para uma tomada de decisões informada. As empresas podem identificar os produtos com melhor desempenho, ajustar os níveis de inventário e otimizar as estratégias de marketing. Tudo isto com base nas análises fornecidas pelas SKU de um produto.

A análise dos dados das unidades de manutenção de stock também permite às empresas manterem-se atentas às tendências do mercado. Esta abordagem pró-ativa permite ajustar atempadamente as ofertas de produtos e as campanhas de marketing para se alinharem com a evolução das preferências dos clientes. Por sua vez, isto pode ajudar as empresas de e-commerce a moldar as suas estratégias de marketing para serem mais eficazes.

Compreender o desempenho a nível de unidade de manutenção de stock permite às empresas direcionar promoções, upselling e publicidade de forma mais estratégica.

Melhores práticas para SKU

Agora que já sabe como criar unidades de manutenção de stock eficazes, compreender as melhores práticas é vital para garantir que o seu sistema de gestão de inventário se mantém eficiente.

Garantir a consistência entre canais

Mantenha a consistência das SKUs em todos os canais de vendas que você possa ter. Seja vendendo através do seu site, plataformas de terceiros ou lojas físicas, ter SKUs uniformes garante relatórios precisos sobre todas as suas vendas.

Documente as suas SKUs

Documentar as informações das SKUs, incluindo a estrutura, as convenções de nomenclatura e quaisquer códigos personalizados que possa ter criado, é essencial para clareza e referência futura. Esta documentação constitui um recurso valioso para a formação de novos membros da equipa, para a realização de auditorias e para garantir a continuidade das suas práticas de gestão de inventário.

Auditorias SKU

Com o tempo, as bases de dados SKU podem acabar por ter códigos desatualizados ou irrelevantes. Auditorias regulares e processos de limpeza são essenciais para manter um sistema de SKU organizado e eficiente. Identifique e elimine as SKU que já não estão a ser utilizadas para garantir que a sua base de dados se mantém limpa e atualizada.

SKU – um elemento-chave para a gestão do inventário

Conhecer o conceito de SKU o que é, torna-se uma parte fundamental da gestão de inventário, do cumprimento exato das encomendas e da tomada de decisões baseada em dados. Seguindo as diretrizes para a criação de SKU, considerando a escalabilidade e as alterações futuras, e realizando auditorias regulares, tem os pilares de uma gestão de inventário eficaz.

Crie a sua loja virtual

Inicie o seu negócio online de forma rápida e fácil e venda os seus produtos ou serviços através de uma loja virtual.

Começar a utilizar
  • Gestão fácil, seja de produtos, seja das vendas
  • Métodos de pagamento seguros
  • Fique com a sua loja online em poucos passos
  • Certificado SSL gratuito
  • Compatível com dispositivos móveis
  • Suporte 24/7