i

Compre um domínio e hospede sua empresa online gratuitamente por 3 meses. **

Solicitar oferta
.com
$ 5.99 $ 26.99 /1º ano
.one
$ 1.99 $ 16.99 /1º ano

Entrar

Painel De Controlo Webmail Editor web Loja virtual File Manager WordPress

Melhorar a velocidade do site

Otimize a velocidade da sua página e diga adeus aos longos e tediosos tempos de carregamento.

Não há forma de errar em alocar tempo para melhorar a velocidade do seu site. Na verdade, só beneficiará o seu site e a sua marca. Existem vários passos que pode implementar para otimizar a velocidade do seu site. Não queremos sobrecarregá-lo com muita informação, por isso partilhamos as nossas dicas favoritas sobre como aumentar a velocidade e o desempenho do site para ajudá-lo a fazer com que ele carregue mais rápido.

A principal razão para ter um site rápido são os visitantes. Se a velocidade do seu site acompanhar o utilizador, e não o fizer esperar, a probabilidade de ter uma classificação elevada no mecanismo de pesquisa do Google é elevada. Se tem uma classificação elevada no Google, automaticamente consegue mais visitantes.

O que é velocidade da página?

A velocidade da página é o tempo que a página do seu site demora a carregar. Basicamente, é o  tempo que o conteúdo do site demora a ser descarregado do servidor de hospedagem na web. É sempre importante procurar um carregamento mais rápido da página. A velocidade da página deve ser inferior a 2 segundos e o download da página inteira deve ser feito com êxito abaixo desses 2 segundos para que tenha uma boa velocidade de página. Isso garante que o visitante não tenha de esperar e também garante a melhor experiência do utilizador.

Como a velocidade da página afeta o SEO?

O Google decidiu em 2018 que a velocidade da página se tornava um fator de classificação na pesquisa móvel. No entanto, a pesquisa para telemóvel não é o único fator decisivo sobre como se classifica no Google. O desempenho do seu site num navegador também é um fator decisivo.

Não podemos deixar de enfatizar a importância da otimização de velocidade para utilizadores de telemóveis. Atualmente, a maioria das pessoas navega na Internet a partir dos seus telefones ou dispositivos inteligentes. Portanto, é vital garantir que a velocidade de carregamento da página seja adequada para esses utilizadores.

Elimine a necessidade de redirecionar o tráfego para uma versão móvel do site com um design responsivo. Atualmente, criar boas experiências em vários dispositivos é mais fácil do que nunca com um design responsivo, eliminando a necessidade de redirecionar os utilizadores da versão desktop do seu site para uma versão otimizada para dispositivos móveis.

As pessoas que navegam nos telemóveis têm pouca capacidade de atenção e pouca paciência. Além disso, o design do seu site não deve ser perdido ou comprometido na otimização da velocidade. Se um utilizador não achar o design do seu site atraente, pode sair e não voltar.

Se pensar nesses aspetos e melhorar a velocidade do seu site para telemóveis,  provavelmente aumentará o número de visitantes que recebe. Pense assim: os utilizadores de telemóveis navegam na Internet a toda a hora, estejam no comboio, num restaurante à espera, ou apenas em casa, a relaxar no sofá.

Verifique a velocidade do site

A primeira coisa que precisa de fazer é verificar a velocidade da página do seu site. Pode fazer isso acedendo aos insights da página do Google, inserindo o URL do seu site e aguardando os resultados. A ferramenta vai mostrar, em segundos, a velocidade do seu site em telemóveis e desktops. Os resultados podem variar entre 0 e 100. Se a velocidade do seu site estiver dentro de 0-49, precisa de otimizar a velocidade do seu site imediatamente. Se a velocidade do seu site estiver entre 50-89, não é terrível, mas ainda precisa de a melhorar. Por fim, se os resultados estiverem na ordem dos 90-100, já tem uma boa velocidade. Também pode usar esta ferramenta para verificar o site dos seus competidores e compreender o desempenho e os resultados do site deles.

Resumindo, o Google recompensa os sites que carregam rapidamente, e isso é algo que deve sempre ter em mente.

Como melhorar o desempenho de velocidade do site?

Aumentar a velocidade do seu site traz uma série de benefícios. Dos novos visitantes que estão a clicar no seu site, poucos vão desistir – pois, basta um atraso de um segundo para causar uma queda no tráfego! E não acaba aqui. Foi amplamente divulgado que uma excelente velocidade do site também gera melhores receitas de comércio eletrónico. Além disso, um excelente desempenho do site resulta em maior envolvimento por parte do utilizador.

Aumentar a velocidade do seu site, como muitas coisas, é uma agregação de pequenas melhorias. Mas antes de começar, faça um backup do seu site atual – nunca sabe se existem dependências ocultas.

Vamos examinar os aspetos vitais que deve considerar para melhorar a velocidade do seu site.

  • Hospedagem web

Garanta que tem um ótimo hospedeiro/host. Um bom host é o início do desempenho do seu site, portanto, certifique-se de que tem a hospedagem certa e o tipo certo de hospedagem. Existem vários tipos de hospedagem disponíveis. Se não tiver uma boa hospedagem, isso vai prejudicar bastante o seu site.

  • Tempo de resposta do servidor

O tempo de resposta do servidor do seu site é afetado pelo tráfego online que tem, quantos pedidos recebe e quantas funcionalidades usa. Posteriormente, o seu tempo de resposta afetará a velocidade do seu site. Procure tudo e mais alguma coisa que possa afetar o tempo de resposta do servidor e resolva os gargalos.

  • Compressão

Compactar os ficheiros melhora o desempenho do site. Pode usar Gzip (uma aplicação de software) para incluir os seus ficheiros. Ter ficheiros com mais de 150 bytes pode diminuir o desempenho do seu site. O Gzip pode incluir ficheiros como JavaScript, HTML, etc., para reduzi-los a menos de 150 bytes.

Pode primeiro realizar uma auditoria de compactação para ver como essa compactação afeta a velocidade do seu site e, em seguida, compactar e melhorar.

Além disso, minimize o tempo até ao primeiro byte. Uma pergunta que se deve fazer é, quanto tempo demora a carregar a sua página e quanto tempo demora a iniciar o processo real de carregamento.

  • Otimize as suas imagens 

As imagens ocupam consideravelmente o espaço quando o seu site é carregado, portanto, certifique-se de que não sejam desnecessariamente grandes. Sites como o Canva ajudam a reduzir a resolução e a aumentar a compactação da sua imagem, ao mesmo tempo que a mantém nítida o suficiente para os seus visitantes. Por exemplo, a largura do artigo do nosso blog é 732px, então todas as nossas imagens são redimensionadas para caber nessa dimensão perfeitamente, de modo a que o tempo de carregamento seja minimizado.

  • Minimize o seu código

Comentários e espaços são os pilares do desenvolvimento web. Melhora a legibilidade e fornece documentação para alterações futuras, o que é excelente, exceto pelo facto de que são dados desnecessários que precisam de ser servidos aquando o tempo de execução. Serviços de minimização como o Will Peavy removem esses comentários e espaços estranhos, eliminando espaço precioso dos ficheiros finais para renderização.

  • Coloque as suas tags CSS na parte superior e as tags Javascript na parte inferior

De modo geral, as suas declarações CSS devem vir o mais cedo possível no código, pois a maioria dos navegadores não renderiza as páginas antes do CSS ser carregado, evitando que o site pisque quando as folhas de estilo são carregadas.

No entanto, já o Javascript é melhor manter o mais baixo possível, pois os navegadores não analisam nenhum código que vem depois dele até que todos os scripts sejam carregados e concluídos. Portanto, é melhor os elementos visuais já estarem no devido lugar enquanto o Javascript é carregado.

Além disso, carregue os ficheiros JavaScript de forma assíncrona em vez de síncrona. Isto serve para garantir que, pelo menos, alguns dos ficheiros são carregados simultaneamente, em vez de um de cada vez.

  • Use uma CDN

Uma rede de entrega de conteúdo (CDN do inglês Content Delivery Network) é um sistema de servidores distribuídos que entregam conteúdo aos utilizadores para otimizar o desempenho. Isto significa que, se usar uma CDN, os ficheiros serão servidos aos seus utilizadores a partir de vários locais de servidor próximos. Isso também reduz a carga em qualquer servidor, melhorando a experiência geral dos utilizadores.

  • Reduza os seus redirecionamentos e scripts externos

Cada vez que partilha um link no seu conteúdo, o visitante deve esperar que o link seja carregado. Os redirecionamentos são bons, mas lembre-se de os reduzir no seu site. Além disso, lembre-se que o redirecionamento é para outro site, e não sabe o quão boa é a otimização da velocidade dessa página.

Além disso, reduza os scripts externos. Pois podem gerar integrações a terceiros no seu site que você não conhece, reduzindo a velocidade do seu site.

  • Cache do navegador

A cache é ótima. Guarda informação como imagens e armazena-as como uma espécie de memória para que, quando o visitante decide revisitar o seu site, a sua página não precise de recarregar novamente, resultando em eficiência e suavidade do carregamento. Se não permitir a cache, uma página terá que carregar até 30 componentes cada vez que o mesmo utilizador visitar o seu site novamente, e isso pode levar mais de 2 segundos.

A velocidade de carregamento da sua página é vital (em computadores e telemóveis) e algo que deve dedicar tempo a melhorar. Isso só o beneficiará e o ajudará a promover a sua marca e a melhorar a experiência do utilizador.